Auto estima em ação


Recentemente a Dove lançou um comercial do qual chamou atenção de todos que assistiram trazendo uma reflexão sobre: ‘ ‘ Será que as pessoas  nós veem da maneira que achamos que somos? ‘’

Quem não viu só clicar Aqui *-*
É comum nos casos de T.A (Transtornos Alimentares) a imagem ser totalmente distorcida, onde a pessoa pode estar com baixo peso e mesmo assim continuar achando que está ‘’gorda’’ através de visualizações em frente ao espelho e/ou fotos tiradas. Qual o motivo das distorções da imagem? E como prevenir?  Esse será o assunto do nossa postagem de hoje.



O que é imagem corporal? é uma representação mental que o indivíduo faz de seu corpo, ou seja, de sua aparência física refletindo seu auto- conceito, sentimentos e insatisfação relacionados ao corpo ou parte deles.

Quanto mais imagem negativa do seu corpo mais insatisfação, depreciação e consequentemente maior será a probabilidade de distorção da auto- imagem.
Exemplo:  as mulheres insatisfeitas com a auto-imagem percebem partes de seu corpo (como coxas, quadris e cintura) muito maiores do que realmente elas são.



E quais as consequências dessa distorção na auto-imagem: pode levar o indivíduo a evitar contatos sociais, acarretando prejuízos sociais, ocupacionais, afetivos e nas demais áreas de funcionamento do mesmo, podendo até tornar-se uma obsessão de que a forma ou aparência de seu corpo é completamente grotesca e aumentando assim sua baixa auto estima.

Olhar no espelho e ver sua imagem refletida com uma percepção não é tão simples como parece,  depende de algumas variantes que são:

- Perceptivo, que se relaciona com a precisão da percepção da própria aparência física, envolvendo uma estimativa do tamanho corporal e do peso;
• Subjetivo, que envolve aspectos como satisfação com a aparência, o nível de preocupação e ansiedade a ela associada são as dimensões afetivas (sentimentais)
• Comportamental, que focaliza as situações evitadas pelo indivíduo por experimentar desconforto associado à aparência corporal são as dimensões atitudes.

Pessoas com distúrbios alimentares possuem uma auto-avaliação apenas centrada no seu peso e sua forma corporal.

A baixa auto-estima também é um grande fator de risco para o desenvolvimento de uma vulnerabilidade para com os aspectos socioculturais.

E como prevenir a distorção da imagem?  A maneira mais ‘’simples’’ e eficiente é através da nossa auto estima fazer com que dia a dia ela possa aumentar e permanecer, pois Manter nossa autoestima é uma tarefa para toda vida. Muitas situações externas e/ou sentimentos internos podem fazer com que ela oscile.

Não há 
receita para manter a autoestima em equilíbrio, o que é necessário é autoconhecimento, esse sim faz toda a diferença.
autoestima é tudo que você descreveu e um pouquinho mais! autoestima é ter consciência de seu valor pessoal, e mais seja, acreditar, respeitar e confiar em si. É ter a certeza de ser merecedor, digno de ser feliz e ser amado, principalmente, por si mesmo. A autoestima juntamente com o amo próprio é a base para o ser humano. 

5 dicas para elevar sua auto estima:


1ª- Seja positiva 


Evite todo e qualquer pensamento negativo, cada vez que identificar um pensamento negativo substitua imediatamente por um positivo. Somente uma postura positiva e otimista é capaz de trazer bem-estar físico e mental.

2º- Enfrente suas sombras 



Reconheça seu lado ruim, negativo e faça uma análise do que deseja mudar em você e na sua 
vida e procure melhorar. Comece mudando sua maneira de se tratar, sendo mais amorosa com você como seria com alguém que ama.

3º- Evite as comparações 


Ficar se comparando com quem quer que seja não o fará se sentir melhor, pois as pessoas são diferentes, possuem necessidades, desejos e históricos de vidas diferentes.

4º- Reconheça seu valor 


Perceba que seu valor enquanto pessoa não pode e nem deve ser baseado na maneira como foi tratada, ainda que isso tenha durado toda sua vida. Não permita mais ser desrespeitada ou maltratada, seja por quem for.

- Não espere que os outros mudem para ser mais feliz. A mais importante mudança é aquela que acontece dentro de você!

5º- Enfrente o medo


É importante lidar e enfrentar o medo que as pessoas ou situações provocam e compreender que a percepção de si mesma está baseada na consequência de fatos que já passaram. Você não pode mudar seu passado, mas pode mudar seu presente.



E lembre se:
Apesar dos nossos defeitos, precisamos enxergar que somos pérolas únicas no teatro da vida e entender que não existem pessoas de sucesso e pessoas fracassadas. O que existem são pessoas que lutam pelos seus sonhos ou desistem deles.
Augusto Cury

Comentários
19 Comentários
 
Help Ana e Mia © 2016 |Aqui sua vida tem valor ♥