Chegou a Páscoa


Oi Gente, Chegou a páscoa um dos momentos mais felizes e deliciosos para as pessoas. O verdadeiro significado da páscoa não são ovos ou coelhos  mas sim, a gratidão pela morte e ressurreição de Jesus Porque sem a sua morte, não teríamos acesso a salvação... Ele sacrificou sua vida,, para salvar aquele que nele crê-se e o seguisse, e sem merecer, se entregou por nós, para que tivéssemos vida.Quão maravilhoso amor, né?


Do hebreu Peseach, Páscoa significa a passagem da escravidão para a liberdade. É a maior festa do cristianismo e, naturalmente, de todos os cristãos, pois nela se comemora a Passagem de Cristo - "deste mundo para o Pai", da "morte para a vida", das "trevas para a luz".Na Páscoa ,existe um significado religioso. Tudo bem; se você não está ligada ao aspecto religioso se ligue ao simbolismo. Páscoa está ligada a renascimento. Quem sabe não é uma boa época para “renascer”, se renovar e escolher uma nova forma de vida para você mesma ?

Sabendo que os feriados sempre representam motivos de alegria, celebração e festas para quem vive no mundo do T.A ( Transtorno Alimentar) a historia começa a ser bem diferente De fato, podem ser um “pesadelo”. Quem tem algum tipo de distúrbio alimentar nunca aprecia verdadeiramente todos os feriados por causa do medo que tem de todo o alimento. 



Se for Natal, Páscoa ou qualquer outro feriado, nunca se pode relaxar e apreciar o dia porque sabe que chegará o momento quando terá que se se sentar à mesa e enfrentar todo esse alimento. A refeição nunca é apreciada porque nos pensamentos o que existe sempre é a quantidade de calorias, e o medo de ficar gordo aumentam com cada mordida no alimento. Por isso os dias que seguem os feriados muitas vezes trazem sentimentos de infelicidade.
No caso da anorexia, existe a ansiedade e a “pressão” dos familiares para que a pessoa “coma”. 
No caso da bulimia a culpa que se experimenta é enorme e se une ao desespero para tentar compensar todas as calorias consumidas. Muitos restringem a alimentação e/ou exercitam-se mais.

 E o que fazer?

  •          Se você sentir que começa a se apavorar porque você está sentindo-se demasiado cheio ou se você se permitiu comer os alimentos que você considera serem proibidos, lembre-se que é permitido comer o que você fez, ou que fizeram para você e os outros, que o alimento dessas festas não fará de você uma pessoa obesa (a obesidade é resultado de uma má alimentação durante um LONGO período de tempo), e, é somente normal comer mais durante os feriados. Comer “a mais” não significa comer compulsivamente, mais, comer alimentos que você não comeria normalmente. Ex: Ovos de Páscoa (sem exageros !!!!)


  •          Se neste período você tiver momentos onde você tenha ataques de compulsão ou de purgação, não se culpe sobre eles. Apenas “deixe-os para trás” e siga em frente. E saiba que existem momentos que nenhuma caloria iria estragar.


  •  E mesmo assim você acha que não tem que comer? ou vai se sentir culpado aqui estarão alguns benefícios dos quais irão amenizar sua mente porque a mente domina o corpo. Vamos lá? 

  
Benefícios do chocolate


      1.Bem estar 
A sensação de bem-estar causada pelo chocolate encontra respaldo na ação da endorfina e da dopamina, relacionadas ao relaxamento. Alguns cientistas afirmam que a delícia é capaz de aumentar a produção dessas substâncias.
2. Saúde do coração
O chocolate tem efeitos benéficos para o coração. Cientistas da Universidade de Linkoping, na Suécia, descobriram que a versão amarga (rica em cacau) inibe uma enzima no organismo conhecida por elevar a pressão arterial. O resultado positivo é atribuído às catequinas e procianidinas, antioxidantes encontrados na iguaria.
3. Saúde cerebral
O chocolate amargo pode reduzir os danos cerebrais após um acidente vascular cerebral, segundo um estudo da Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos. Os cientistas descobriram que um composto chamado epicatequina protege as células nervosas. Os testes foram realizados em ratos e a equipe espera que os efeitos possam ser aplicados em seres humanos.
4. Na gravidez
Chocolate durante gravidez pode ajudar a prevenir a pré-eclâmpsia (hipertensão). Uma pesquisa da Universidade Yale, nos Estados Unidos, sugere que mulheres que saboreiam a delícia ao menos cinco vezes por semana estão 40% menos propensas a desenvolver o problema do que aquelas que a consomem menos de uma vez. O composto teobromina, encontrado principalmente nas variedades amargas e meio-amargas, pode ser o responsável pelo benefício.

Feliz Pascoa a todos e até o próximo post .





Comentários
9 Comentários
 
Help Ana e Mia © 2016 |Aqui sua vida tem valor ♥